quarta-feira, junho 19, 2019
365 Dicas Terapêuticas

SOFRIMENTO. – 186/365

155views

Uma vez eu disse a um amigo que a minha vida estava um verdadeiro inferno e ele me disse, então continue andando e não pare. Naquele dia exatamente não entendi o que ele quis dizer e até achei que ele foi “insensível” comigo, porém com o tempo compreendi aquela frase e percebi que quando estamos no meio do “inferno” o ideal é não continuar ali e se continuarmos a andar, cedo ou tarde saímos dali.

É mesmo interessante, pois muitas pessoas vivem (em) sofrimento e tudo o que fazem é falar sobre a sua dor, como se estivessem justificando ao mundo porque é que tudo é cinza, sem graça e com certeza vai dar errado. Ao longo dos anos fazendo o que faço, observo muito a necessidade das pessoas (em) sofrimento e a maioria delas diz que quer sair deste estado, mas tudo que faz é fortalecê-lo!

Talvez e só talvez esta dica seja um pouco agressiva e não precisa concordar comigo, porém o meu compromisso em escrever é justamente compartilhar aquilo em que acredito dentro do que faço em consultório e acredito que algumas pessoas não abandonam este estado, porque ganham mais em reclamar do que em enfrentar as situações e superar as suas limitações.

Eu tenho centenas de casos de pessoas que preferem permanecer na zona de conforto do que ir enfrentar as suas questões. Pode até parecer estranho isso, mas dizer que quer melhor não significa melhorar! Dizer que quer viver melhor é muito diferente de viver melhor. Precisamos colocar ação na nossa intenção! A fé sem ação na minha opinião é morta! Quando temos fé e cruzamos os braços acreditando que Deus ou que o Universo irá resolver a nossa vida é a mesma coisa que olhar o jornal e ver as vagas de emprego e acreditar que o empregador irá bater na nossa porta nos oferecendo uma vaga.

Eu compreendo que alguns factos surgem na nossa vida e muitas vezes nos colocam em uma situação de sofrimento! Porém a questão não é o que nos acontece, é sempre como reagíamos ao que nos acontece. Pode repetir esta frase dezenas e até centenas de vezes, pois ela precisa mesmo se tornar a frase principal para você que sofre e sempre se abate!

Não quero que as pessoas se tornem robôs, sem sentimentos, sem passar pelos seus processos de luto, de aprendizagem de evolução, mas tenho a sensação que passar pelo processo não é sentar em cima dele e sim continuar caminhando. Então como o meu amigo me disse um dia lá atrás …. “Se está em “sofrimento”, não pare continue a andar” pois pode sair deste estado e ir para um estado muito melhor.

Sem nenhuma dúvida é importante olharmos para o que nos acontece e podemos respirar fundo, podemos chorar, podemos “ATÉ” cair, mas continuar no chão, NÃOOOOO! Isso não podemos, alimentar a nossa vida com “o” sofrimento, isso NÃOOOOOOO podemos! Contar ao mundo para que as pessoas tenham pena de nós! NÃOOOOOOO, isso não podemos nunca!

Às vezes tenho a impressão de que as pessoas adoram contar para as outras os seus sofrimentos na esperança de consolo! Um abraço, um tapinha nas costas, um miminho, algo que as faça se sentir um bocadinho melhor. Mas na verdade tudo o que elas estão fazendo é reforçar a sua dor, o seu sofrimento e aquele abracinho não é “a” solução, é apenas o comprimidinho para ajudar naquele momento. Então deixe-se de tretas e pare de (SE) expor! Respire fundo, chore o que for preciso, grite se necessário for e já fiz isso algumas vezes em uma almofada! Gritei, gritei e gritei e ok! Continuei a caminhar.

Espero que saia do sofrimento ou se conhecer alguém que esteja não lhe dê palmadinhas ou abracinhos, pois uma pessoa em sofrimento não precisa de miminhos, precisa é de saber lidar com o que está acontecendo e pronto!

Share

Comente

comments