sexta-feira, dezembro 6, 2019
Artigos

O VILÃO MORA NA CASA AO LADO

182views

Eu sei que isso daria o título de um daqueles filmes de suspense, e que durante todo o filme um tipo suspeito entra em casa e fecha as cortinas enquanto observamos e construímos imagens do que será que ele faz…. Um mistério que com a trilha sonora certa e personagens conhecidas pode chamar a nossa atenção.

Porém, hoje estou aqui para compartilhar neste artigo a ideia do “Vilão” que realmente vive em nossa vida e a função de um vilão qual é? Estragar a vida de todos, preparar grandes armadilhas, roubar a paz, mas a “única” diferença aqui é que este vilão NÃO mora na casa ao lado, ele mora dentro de nós!

(Silêncio)

Sim, ele mora dentro de nós e foi programado para desestabilizar a nossa vida e talvez não acredite no que vou falar, mas ele foi programado por nós mesmos! Ok, também por ouvir algumas “crenças” ditas pelos nossos pais, familiares, educadores, colegas, televisão, religiosos e por aí vai – E se este é aquele momento em que você se questiona sobre esta programação eu posso apresentar aqui antes de continuar uma breve explicação:

Acredito que todos nós (principalmente) na infância ouvimos sugestões e não as questionamos, principalmente porque não as entendemos na integra, porque não temos nenhum filtro e muito menos experiência para comparações e isso faz com que vamos recebemos e sem filtro absorvendo TODAS as informações. Segundo alguns estudos que já li antes dos 08 anos de idade ouvimos mais de 7000 “nãos”, consegue imaginar isso? “só isso”. Mesmo assim somos impactados por outras toneladas de informações desencontradas.

Eu cresci com a minha avó falando que eramos pobres, porém honestos e sinceramente o que isso tem a ver? Então ricos são desonestos? Claro que não!!! Recebemos imensas sugestões que vão sendo armazenadas dentro de nós e estes “referencias” são os primeiros combustíveis que temos para nos guiar. Vocês ficariam espantados com tantas pessoas que já atendi e que possuem limitações complexas devidos a receber tais orientações e ainda tê-las alimentado durante toda uma vida.

Penso que esclareci, né? Então vamos continuar.

Acredito que somos compostos por muitas partes e lá dentro do azul escuro da nossa mente uma destas partes alimentada é um Vilão que insiste em sabotar os nossos planos. Eu sei que isso é meio confuso e meus alunos estão sempre a perguntar – “Mas Eric, como pode ser que uma das minhas partes luta contra outra?” Acredita-se que é como a figura representativa em filmes de desenhos (Diabinho e Anjinho) entende?

Imagina uma pessoa que cresceu ouvindo que a vida é difícil, muito difícil e que sem universidade ou doutoramento ninguém consegue absolutamente nada e que na nossa família todos são azarados e pobres coitados e por aí vai e derrepente esta pessoa também sem universidade se depara com uma grande oportunidade na vida e pelo impulso e felicidade ele diz sim…. Com o tempo pode ser que este vilão “programado” para destruir (OU) quem sabe até “p.r.o.t.e.g.e.r” começa a dizer: Cuidado!!! Isso está muito fácil para ser verdade! Tem alguma coisa aí por trás de tanta generosidade…. Você nem é tão bom no que faz assim…. Logo será despedido…. Cuidado….

Acredito que é neste momento de dúvida e crise interna que esta pessoa vai se desestabilizando e começa a cometer erros e suas dúvidas e crenças completamente limitantes o faz ouvir este tal VILÃO interno e o que acontece? Ele começa a errar no trabalho, arruma briga com os amigos, cria situações onde elas não existem e logo está ele desempregado, o vilão vence e ele começa a reforçar a sua crença!

Claro que daria errado! Sou mesmo um incompetente, não tenho faculdade e por aí vai…. E posso falar sobre isso por horas, por dias pois já atendi centenas de casos como este! Aliás, estou sempre a atender casos em que as pessoas se sabotam justamente por permitirem que estas crenças se tornem suas verdades absolutas.

Este vilão mora dentro de nós e a maioria das pessoas o alimenta de maneira inconsciente com suas afirmações chicote! Às vezes tenho a impressão que as pessoas precisam “se chicotear”, se machucar para afirmarem que tudo que ouviram por uma vida está correto! Peráiiiii, está dando certo a minha vida? Estou sendo feliz? Encontrei alguém que realmente me ama? Ahhh, ok! Vou dar apenas uma estragadinha aqui e outra ali pois não existe perfeição. Entende a ideia aqui?

Precisamos aprender a conversar com nossas partes internas e (acredito eu) que isso não é uma tarefa fácil e não estou aqui vendendo nenhum milagre, ok? Apenas a possibilidade de sim, conseguir reverter tudo isso e para começar (na minha opinião), devemos aprender a nos comunicar melhor com nossas partes e isso pode ser dar de diversas maneiras.

Eu utilizo muitas vezes a auto-hipnose para fazer de maneira precisa, pois naquele momento onde estou “em transe”, estou me comunicando, recriando a minha realidade, ajustando e principalmente harmonizando tudo que se passa dentro. Fazer auto-hipnose (pra mim) é ir para um lugar que chamo de seguro dentro do meu trabalho e neste lugar seguro me dar a oportunidade de compreender o que está ali dentro de mim e depois de ver por ângulos diferentes, poder reconstruir, ressignificar e vou fazendo de novo e mais uma vez e outra até ir transformando o sistema.

Também no meu dia a dia surgem pensamentos menos bons e alguns são fortes, mas eu hoje os interrompo IMEDIATAMENTE, respiro fundo, dou umas risadas para quebrar o padrão de repetição e levo meus pensamentos para outro lugar e se lendo isso você estiver pensando que na teoria é tudo lindo e na prática é diferente você tem completa razão sobre isso – Porém se continuar a pensar assim ficara assim porque pensou, alimentou, reforçou e continuara preso dentro deste ciclo de pensamento e de razão e isso não te levará a nenhum lugar, a não ser ao mesmo ponto que sempre esteve.

Cão correndo atrás do próprio rabo – Entende isso?
Precisa inverter o papel, seguir por caminhos onde o seu vilão não sabe ir! Olha que interessante este pensamento. O seu vilão já sabe de suas fraquezas, ok? Ele sabe que vai tentar, lutará alguns dias e logo voltará a pensar e agir como sempre fez e a “sacada” aqui é surpreendê-lo, fazendo algo inesperado, como não desistir de você, como meditar todas as manhãs para limpar a mente e treinar sua disciplina, quem sabe ouvir música alta após meditar ou se exercitar com muita agilidade por 5 minutos todas amanhãs (depois) da meditação.

E quando pensar negativamente, pode simplesmente pegar no seu telefone e ir a net ver um vídeo divertido (Eu fiz isso por um tempo) e recomendo os vídeos do Porta dos fundos ou fila de piadas, são hilários! E um vídeo e só! Volte para a sua vida. Preste atenção aqui – O seu vilão só te domina porque você está demasiadamente distraído vivendo preso ao automático da sua vida e sim é simples assim.

Se decidir mudar pequenos hábitos, tudo ao seu redor começa a mudar e consegue desestabilizar “o vilão” e ganhará outros tipos de experiências, compreendendo outros tipos de ações e resultados e se está perdido aqui dentro deste tema, aconselho vivamente que entre no meu blog e leia outros artigos, tem mais de 400 por lá, podcasts e vídeos com centenas de temas diferentes! A.l.i.m.e.n.t.e a s.u.a m.e.n.t.e, por favor! Salte fora do “padrão (pre)estabelecido e assim ganhará sempre vantagens com este vilão e muitas pessoas me perguntam e como o destruirmos de vez?

Para esta pergunta eu sinceramente não tenho respostas! Acredito que não se trata de destruir e sim de controlar, de saber conviver com esta nossa parte que é necessária para manter o equilíbrio (penso eu), ok?

Eu já fui muito ansioso, super obsessivo e vive anos da minha vida permitindo que todas as regras fossem ditadas pelas outras pessoas e fazia de tudo para agradar, ser querido, reconhecido e deixava na maior parte do tempo este meu vilão me dominar! Sei o quanto isso me prejudicou me maltratou “e” prejudicou as pessoas que mais amava, pois quando somos massacrados por este vilão, fazemos todos ao nosso redor sofrer e perceba que quando estamos mal connosco descontamos nas pessoas que mais amamos.

Nesta quarta-feira, dia 09 de Outubro vou fazer uma live Terapêutica, onde abordarei este tema, então se tiver interesse de estar comigo “ao vivo” para fazer perguntas e discutirmos sobre, ficarei feliz em poder ajudar mais e responder perguntas!

Acontecerá no meu facebook https://www.facebook.com/ericpereira.eu/ as 21h em ponto! Se gosta deste texto deixe seu comentário aí abaixo e se for estar comigo na live escreva #tamojunto.

Até quarta “ou” até o próximo artigo

 

 

Share

Comente

comments