segunda-feira, outubro 14, 2019
artigos 2019

INTERPRETAÇÕES

349views

“Comunicação não é o que você diz e sim o que o outro entende”

Às vezes e “só” às vezes fico curioso observando algumas pessoas que demonstram uma enorme confusão naquilo que eu falo, fazendo interpretações estranhas e acrescentando (depois) algumas palavras ao meu discurso….

Ok, eu sei que comunicação não é o que eu digo e sim o que o outro entende, porém, presto muito atenção no que digo e principalmente como digo justamente para não criar uma “falsa” mensagem e abrir brechas para interpretações erradas.

Será que devo me esforçar ainda mais na maneira de me comunicar com “algumas” pessoas? Será que devo andar com um quadro branco e começar a desenhar o que digo para não haver interpretações diferentes ou seria melhor dar uma aula de pnl antes da comunicação?

Enfim, desde que iniciei a minha carreira no desenvolvimento pessoal (1999), estudo o comportamento humano e fiz inclusive várias formações para compreender melhor “o” comportamento das pessoas para que isso facilitasse a minha maneira de me relacionar com os meus clientes e ainda hoje me surpreendo com as interpretações que as pessoas fazem.

É, talvez eu nem deveria me surpreender! Ok, vou me esforçar.

Num passado muito distante (e põe distante nisso), eu falava de qualquer jeito e nem me importava com interpretações, aliás nem sei se sabia o real significado desta palavra, e hoje fico eu aqui fazendo questão de me comunicar da melhor maneira possível para que chegue nos ouvidos de quem me ouve a mensagem certa, contudo vale lembrar algumas coisas aqui:

Quando você estiver se comunicando com alguém, lembre-se que a “outra” pessoa possui talvez ideais diferentes dos seus, ela possui “filtros”, sempre fará a leitura da mensagem baseada na sua aprendizagem, crenças e muitas vezes fará uma análise instantânea ou quem sabe até inconsciente dos benefícios que aquela informação terá na sua vida.

E acho que todos nós fazemos as nossas interpretações em relação a TUDO nesta vida e provavelmente isso já faz parte da nossa vida e está tudo certo. Depois que comecei a perceber isso, hoje procuro “ouvir” as outras pessoas sem fazer juízo daquela informação e entendo que não é nada fácil, mas é possível e talvez seja apenas uma questão de treino.

Fico também curioso como irá interpretar este meu texto e confesso que bem curioso….

Se quiser compartilhar comigo os seus pensamentos depois de ler, eu ficaria MESMO feliz.

Share

Comente

comments