quarta-feira, junho 19, 2019
artigos 2019

HOJE EU PERDI

324views

“Estou mesmo triste, pois hoje eu me sinto um verdadeiro perdedor e nada que aconteça me fará mudar de ideia, pois arrisquei, errei e perdi”

O cliente estava com aquele ar de “o mundo acabou” e com uma voz MESMO triste me contou sobre um projeto em que estava envolvido há 14 meses e hoje percebeu que realmente fez uma escolha errada e que além de perder dinheiro, perdeu a credibilidade e a sua autoestima.

Ouvindo ele, entendi “exatamente” o que ele me dizia, pois sei bem o que é sentir-se um perdedor, pois já errei e já perdi mais de uma vez a minha autoestima e demorou anos para eu compreender palavras como “escolhas”, “aprendizado” e “experiência” e atendendo ele, me despertou uma enorme vontade de falar sobre isso, então se preparar que será um artigo interessante e espero que some de alguma maneira no seu aprendizado.

Sei que muitos autores “vendem” constantemente a ideia de felicidade absoluta, dias incríveis e maravilhosos e adoro tanta positividade junta no mesmo “saco”, porém, penso que a vida nem sempre é assim e tudo são momentos e existe SIM aquele momento em que nos sentimos (menos) felizes, em que sentimos um vazio e quando estamos envolvidos em qualquer projeto que não corre bem, aí o equilíbrio e felicidade desaparece e isso é normal.

Não estou aqui dizendo que desaparecem para sempre, ok?! Mas naquele momento X não conseguimos ser felizes e nos sentirmos perdedores ao mesmo tempo (penso eu). E a sensação de frustração é mesmo ruim, seja em um projeto profissional ou mesmo pessoal.
Então aqui quero colocar alguns pontos que podem lhe ajudar a lidar com situações como esta, ok? Preparado?

Vamos lá!

1. Não potencialize

Um dos meus maiores erros é que as vezes que errei e perdi, potencializava “a situação” fazendo ela se tornar MAIOR do que realmente era e isso não é bom, pois já sabemos que erramos, já estamos nos sentindo fracos e aí aumentamos esta sensação? Imagina? A tendência é MESMO piorar, né?
Seja lá o que aconteceu, “JÁ” aconteceu e os factos são estes que estão diante de ti e ponto.

2. Respira e muda o cenário

Pode parecer uma dica simples, mas se ler com muita atenção perceberá que é poderosa, pois quando estamos diante de um conflito a nossa respiração muda, sentimos fisicamente o que está acontecendo e às vezes nos sentimos meio perdidos e a respiração nos ajuda a nos centrar novamente, nos ajuda a oxigenar o cérebro.
Agora para esta respiração se tornar mais poderosa ainda, minha dica é que você mude o cenário, leve os seus pensamentos para outro lugar e não estou te incentivando a abandonar o que aconteceu, mas mudando o cenário diminui as chances desta sensação aumentar “e” ajuda a relaxar e isso pode com certeza “esvaziar” a sua mente para depois quando voltar a questão enxergá-la de maneira diferente.

3. Use as suas referências anteriores

A maioria de nós tem experiências anteriores de superação, então procure usar aquelas memórias que podem reafirmar para a sua mente que nem tudo está perdido e que realmente conseguem ultrapassar “esta” fase e se não tem estes referenciais, busque ouvir outras pessoas que conseguiram superar os seus momentos menos bons.
Sempre temos pessoas e exemplos que podem nos ajudar a compreender o que aconteceu e nos possibilitar a avançar para o próximo nível.

4. Não sofra por antecipação

Esta é uma daquelas dicas de ouro! Eu (Eric Pereira), já sofri imenso por antecipação e digo sem medo de errar que não vale a pena sofrer por algo que nem se quer aconteceu! Aprenda a controlar as imagens e os sons da sua mente, pois às vezes são estas imagens e sons que “nem são reais” e que constroem cenários ruins e mentirosos e começamos a acreditar neles.

Não sofra por antecipação! Garanto que além de (não) te levar a lugar nenhum, isso irá confundir a sua mente, aumentará a sua ansiedade e além de tudo poderá “até” perder o sono e apetite.

Então finalizo este artigo dizendo que pode ser que um dia sinta que “PERDEU” e pode até estar certo e pode ter mesmo perdido e daí? Isso não significa que tudo está perdido e que o mundo acabou, entende? Olhe com cuidado para tudo, respire fundo, procure compreender o eu aconteceu durante o processo, levante-se, limpe a poeira e continue a caminhar… Não perca tempo se lamentando ou carregando “culpa”. Seja responsável pelos seus atos SIMSIM, mas não “exagere”.

Viva a vida! Viva cada dia e seja feliz!Simplesassim.

Share

Comente

comments