terça-feira, julho 16, 2019
365 Dicas Terapêuticas

Fiquei feliz por estar DOENTE! – 53/365

185views

Eu sei que parece estranho o título desta dica terapêutica! Porém é mais que verdade!

Na quarta-feira feira no final do dia, comecei a sentir uma forte dor abdominal e me senti mesmo muito mal. A dor era tanta que tinha dificuldades para respirar. Mesmo assim fiquei em casa e passei uma noite tensa, com fortes dores!

Na quinta-feira de manhã, fui para o Instituto, pois tinha agendado 7 pessoas, mas com muita dificuldade atendi a primeira cliente e cancelei as restantes! Estava mesmo insuportável aquela dor! Um pouco teimoso, ainda fiz uma reunião e em seguida fui direto para o Hospital e lá fiquei 6 horas.

Fiquei MESMO feliz por ter ficado doente e ter passado por alguns picos de ansiedade e stress no hospital e direi os motivos no decorrer deste texto. O primeiro deles foi ter feito uma reflexão mais profunda sobre como estou gerindo a minha alimentação, o excesso de trabalho e consegui ainda avaliar algumas das historinhas que conto para mim sobre tudo isso e acabo sabotando a minha qualidade de vida.

Nestas 6 horas estive com o médico, depois fiz exames de sangue e urina e logo me pediu um TAC que foi o que me preocupou um pouco! Todo tempo eu achava que poderia ser uma intoxicação alimentar e no final tive o diagnóstico de diverticulite e que deveria fazer outros exames pois parece que estou com gordura no fígado!

Como não ficar feliz com estes resultados? Claro que fiquei! Primeiro, porque poderiam ser piores, poderia ter que operar algo e ficar dias internado e correr outros riscos! Segundo que o que tenho tem solução e já estou fazendo um tratamento à base de antibióticos e imediatamente iniciei uma dieta mais rigorosa.

Hoje ainda sinto dores, porém muito menores! Mesmo assim cancelei a agenda de hoje para descansar e me recuperar um pouco, pois preciso voltar a estar 100% para continuar a minha jornada, porém farei ela de maneira diferente, me alimentando de maneira diferente, dormindo mais horas e gerindo meu tempo de uma maneira completamente diferente. Simsim fiquei feliz por isso ter acontecido.

Interessante é que tinha programado de iniciar um ajuste na minha vida no dia 01/03 e cheguei a comentar com a Joana Meira que dia 1/3 iria iniciar um processo mudando uma série de coisas, entre elas a alimentação, voltar ao ginásio, colocar movimento em minha vida!

Então esta última semana tenho me programado diariamente para esta mudança e tenho testado de maneira permanente o meu desalinhamento em relação à alimentação e estava funcionando bem, pois me sentia desalinhado, incongruente e usava tudo isso para fazer a minha programação, ok fazia isso pela “dor”, mas fazia e estava indo bem e aí me surge isso…. Parar no hospital foi mesmo um ponto alto deste desalinhamento e agora é hora de ajustar tudo e fazer acontecer!

Pelos vistos não irei esperar dia 1, será mesmo hoje e estou feliz por isso também! Claro que como compartilho muito em breve saberão cenas do próximo capítulo! E se em algum momento está se perguntando como a minha experiência pode ser útil para ti, digo logo – “Alerta”

Perceba os sinas que o seu corpo dá! Temos tudo muito alinhado e às vezes insistimos em passar por cima de algumas coisas e fazemos disso um (hábito). Imagina que sente que dorme pouco, “acha” que está tudo bem e que isso é mesmo necessário! Vai forçar uma, duas, três vezes e logo isso deixa de ser um incómodo e se torna um hábito e como vivemos com tantas tarefas e obrigações, logo estará dizendo que isso faz parte da vida e um dia, mais cedo ou mais tarde sentirá na pele…. TUDO QUE ESTÁ FAZENDO!

Não gosto de dizer que as coisas são fáceis, pois acho que esta palavra não existe! As coisas são como são e às vezes o grau de dificuldade nos ensina e pode ser exatamente ali que aprendemos mais! Porém sempre é possível termos uma vida mais saudável, mas interessante, menos ansiosa, mais prazerosa.

Preste atenção na maneira como respira, na sua alimentação, nas horas de sono, em como se sente… Perceba que estamos falando da sua vida, ok? Então no (mínimo) precisa de uma atenção mesmo especial, não acha?

O que eu desejo para ti? Hum…. duas coisas:
1º Saúde! 2º Que fique feliz com todos os sinais que surjam para ter fazer ainda mais feliz.

Share

Comente

comments