Estou mesmo triste

0
255

Contribuição|Pense Bem|Apenas mais uma Reflexão|Eric Pereira|

Sexta-feira é dia de ficar mesmo triste. Ainda mais quando sabemos que não teremos ninguém no final de semana. Se esfriar podemos contar apenas com um cobertor e se fizer sol, ir para a praia sem companhia, o que não é tão interessante…

Esta foi uma das milhares de frases que já ouvi em consultório, de uma cliente que tinha o “dom” para ser vítima e fazia tudo de maneira mesmo correta para atingir o nível 11 da tristeza em uma escala de 1 a 10.

Eu sou uma daquelas pessoas que fica de vez em quando triste e não tenho nenhum problema em falar isso aqui abertamente, mas pode acreditar que isso não dura muito tempo, pois estou sempre aliciando meu estado emocional, utilizando os meus recursos internos para não ficar muito tempo neste estado. No entanto, quando estou nele, mesmo que seja por alguns minutos eu aproveito cada segundo nele para compreender “o porquê” ou o “para quê” isso está ocorrendo e exatamente naquele momento da minha vida! Não posso jamais desperdiçar aquela oportunidade de me conhecer melhor de olhar para dentro de mim, de explorar as minhas situações mais extremas.

Imagino que este é um daqueles momentos em que alguns estão sentindo-se bem lendo isso, pois sabem o que devem fazer na próxima tristeza temporária e outros estão MESMO pensando que sou louco e ainda tem aqueles que já abandonaram o texto e estão procurando onde podem clicar para deixar este grupo que é comandado por um louco.

O que faz sentindo para alguns jamais fará sentido para outros e está tudo certo! Minha experiência diz que só compreendemos algo, quando estamos MESMO preparados para aquele momento. O grande facto aqui é que se avaliarmos estes “momentos tristes”, podemos cada vez menos tê-los, podemos aprender a conviver com eles e tirar o melhor de cada segundo que sentirmos ele dentro de nós. E quem sabe chegará um ponto que não sentirá mais isso…Nunca mais! Ou quando sentir, perceberá que é apenas parte de um processo maior que amanhã chamará de experiência.

Comente

comments