ESTOU EM SOFRIMENTO!

0
435

Nas últimas 3 semanas tenho recebido inúmeras mensagens de pessoas que relatam profundos estados de sofrimento. Nas últimas 2 semanas, para você ter uma ideia, recebi 22 emails, 74 mensagens no WhatsApp, sem contar os comentários nas minhas postagens e podcasts que gravo diariamente.

Isso me fez pensar que “talvez e só talvez” isso possa estar relacionado ao recente confinamento e toda esta mudança mundial que estamos passando nesta pandemia, apesar de acreditar que muitas pessoas já viviam em sofrimento e não demostravam tanto quanto nos dias atuais porque estavam em constante “distração”.

Tenho consciência que muitas pessoas não conseguem avançar para um tratamento terapêutico por falta de dinheiro, porém também tenho consciência que muitas pessoas não melhoram por falta de “disciplina”, pois hoje existe muita informação boa espalhada nas redes sociais, com dicas poderosas que realmente são capazes de ajudar uma pessoa “em sofrimento” a encontrar respostas para as suas feridas emocionais.

Eu mesmo distribuo diariamente um podcast que pode ser ouvido através de plataformas como o Itunes, Soundcloud, Deezer, Spotify, no meu grupo do Telegram ou assistidas em vídeo no Youtube, Facebook e Instagram. Todos os domingos escrevo este artigo e ainda pode assistir às minhas lives nas terças às 10h, horário de Portugal… e isso resolverá as suas questões? Provavelmente não! Porém acredito que ajudarão a encontrar “o caminho”, a compreender o que antes era apenas uma dor invisível.

Eu recebo relatos vindos de toda a Europa e Brasil, de pessoas que me ouvem e agradecem, dizendo que as suas vidas mudaram ou estão em processo de transformação por enxergarem de maneira mais clara o que acontece…. Entende o que quero dizer?

E acredite, não sou apenas eu que estou constantemente distribuindo conteúdo para ajudar! Existem tantas pessoas boas e qualificadas que podem ajudá-lo a se conhecer melhor, mas precisa estar interessado, pesquisar e investir o seu tempo em aprender.

ZONA DE CONFORTO

Muitas pessoas vivem na zona de conforto e não fazem nada para sair dela e quando digo aqui “zona de conforto”, por favor não imagine um lugar incrível, lindo e maravilhoso, ok? Muitas das zonas de conforto nem são confortáveis, mas são melhores do que avançar para o desconhecido, então as pessoas vivem ali de maneira “confortável”, fazendo diariamente as suas rotinas e se distraindo ao máximo que podem da maneira que conhecem, muitas vezes para não olharem de maneira mais profunda para a sua realidade, seja lá o que isso significa.

Acredito que durante o “isolamento social”, muitas pessoas potencializaram este sofrimento, pois foram forçadas a estar em casa e muitas delas “trancadas” com a família que faz parte do problema! Atendi jovens que relatavam situações desesperadoras porque nunca tiveram uma relação boa com os pais, esposas que nunca resolveram os seus casamentos e se viram presas por dias com maridos que na prática nem conheciam tão bem assim – A questão é que o isolamento fez com que muitas pessoas pensassem um pouco mais…Mergulhassem dentro da vida com menos distrações e ali enxergaram o “SOFRIMENTO” ou parte dele.

SEM TEMPO PARA PENSAR

No dia a dia muitas pessoas têm vidas corridas e apesar de terem a mente muito acelerada, nunca possuem tempo para pensar em coisas como “as suas próprias vidas”, ou porque não sabem dizer não e acabam se anulando muitas vezes para ajudar outras pessoas ou porque não conseguem se afastar de pessoas tóxicas e viverem realmente a vida dos seus sonhos! Já pensou nisso?

Atendo há 21 anos, muitas vezes ouvia 8, 9 pessoas por dia e mesmo que se trate de queixas emocionais diferentes, a maioria delas nunca teve muito tempo para pensar nelas, avaliar a sua infância, fazer conexões com os seus pensamentos, ações e resultados comuns e extraordinários.

Costumo dizer que as pessoas vão vivendo a vida como ela vai se apresentando, quase como a frase: “dançamos conforme a música” e sinceramente não sei se isso é bom, pois nem sempre a vida vai nos oferecendo “o melhor”, né?! Algumas vezes elas oferecem saídas rápidas e momentâneas e “NÓS” que não queremos sofrer vamos aceitando estas saídas temporárias sem perceber que não estamos construindo uma vida melhor, estamos é consertando buracos, remendando pequenos pedaços até que eles se rompem de novo e vamos de novo consertando e sabe o que é o pior nisso?

Acreditarmos em algum momento e isso é normal! Que está tudo certo em consertarmos ao invés de construirmos algo incrível e assim vamos vivendo de acordo com o que a vida e as pessoas que nos rodeiam nos oferecem! Garanto que isso é assunto para muitas páginas “ou” para um processo terapêuticos bem estruturado que despertará em você todo este entendimento “e” a sua melhor versão.

Foco

Acredito que exista um momento nas nossas vidas em que precisamos parar de olhar para os lados, contar historinhas lindas para justificar porque não cuidamos melhor de nós e devemos realmente focar em compreender porque estamos em sofrimento e o que realmente podemos fazer para vivermos uma vida melhor. Quando falo em focar estou mesmo dizendo construir um conjunto de situações para serem executadas simultaneamente que provocaram este processo de transformação que tanto falo há tantos anos.

E acredite que aqui deve começar a compreender se consegue fazer isso sozinho ou se precisa de ajuda, pois muitas pessoas tentam transformar tudo sozinhas e não conseguem! Algumas continuam insistindo, porque acham um absurdo contratarem quem sabe e outras arrumam desculpas das piores para justificar que não podem (ou não querem) ajuda externa.

Algumas das desculpas mais comuns:

Não tenho dinheiro:
Mas comprar celulares caríssimos, gastam com bolsas e sapatos, com jantares e imensas televisões.

Não tenho tempo:
Mas dormem 2 horas a mais todos os dias, passam horas nas redes sociais, assistem episódios e mais episódios de séries.

Comigo isso não funciona:
Nem sabem “como” funciona, nem querem saber, nem tentam nada diferente! Fazem todos os dias a mesma coisa e querem resultados diferentes e sim, parece piada, mas são pessoas negativas que não acreditam em nada e nem em ninguém. Muitas vezes nem nelas próprias.

E claro que poderia citar mais outros 30 exemplos aqui, mas penso que já compreendeu o que significa arrumar desculpas e permanecer no mesmo ritmo alucinante de tentativas frustradas com pouco “ou” nenhum resultado positivo.

POSSO TE AJUDAR!

Mesmo acreditando que algumas pessoas arrumam dois problemas para cada solução apresentada, quero dizer que posso SIM ajudar no seu processo de transformação e antes vou dar aqui 5 motivos para compreender isso:

1º Ajudo pessoas a encontrarem as suas feridas emocionais há 21 anos.
2º Tenho muita experiência em atendimento à distância (100% online) e esteja onde estiver posso construir as melhores estratégias para viver melhor.
3º Não sou um terapeuta que vende “cura”, eu treino a mente das pessoas para que elas ganhem entendimento e consigam enfrentar o que se passa e acredite, isso faz “a” diferença.
4º Tenho hoje 4 opções de tratamento/treinamento e desta forma algum deles se ajustará ao seu tempo e ao seu bolso.
5º Já atendi milhares de pessoas no Brasil e por toda a Europa e a minha metodologia de trabalho está mais que provada.
Nesta nova semana vou anunciar que estou abrindo 10 avaliações gratuitas todos os meses, então inicio esta ideia aqui neste artigo! Se desejar fazer uma sessão de avaliação comigo que dura cerca de 45 a 60 minutos e for uma das 10 primeiras pessoas a me enviar mensagem, vamos marcar e conversar para que eu possa compreender as suas dores emocionais e apresentar algum tipo de solução que possa lhe ajudar no seu processo de transformação.

Assista o vídeo abaixo para que possa compreender melhor como esta minha avaliação pode ajudar no seu processo! Se tiver realmente interesse, assista até o final.

Espero que tenha compreendido a dimensão da minha proposta e que também compreenda que é apenas para as 10 primeiras pessoas que enviarem mensagem para o meu WhatsApp ou email que divulgarei aqui

Coloque o seu nome completo, telefone, idade e em breve entro em contato consigo para falarmos sobre a avaliação e atenção que respondo todas as mensagens que recebo! E chega de arrumar desculpas, ok? Pense positivo, mande mesmo mensagem e vamos realmente conversar para saber como podemos transformar a sua vida, pois pode apostar que as pessoas que vivem melhor não acordaram numa terça-feira qualquer e tiveram “sorte”, elas realmente fizeram algo para que isso acontecesse.

Como diz um dos meus professores, Tony Robbins, é nos momentos de decisão que nós traçamos o nosso destino, então decida ser mais feliz! E se desejar alimentar a sua mente diariamente, venha para o meu grupo no Telegram, link abaixo:

Espero ter contribuído e desejo uma semana incrível,

Eric Pereira
Fundador do Instituto Ponto de Equilíbrio

Comente

comments