domingo, dezembro 15, 2019
Dica Terapêutica

Está a fazer as perguntas corretas a si mesmo?

61views

Aqui é o Eric e hoje me peguei pensando em algo que meu filho João Matteus disse: “Pai você é muito coach!” E isso porque toda a vez que temos uma conversa (e isso acontece muito), respondo às suas perguntas com outras perguntas, incentivando-o a fazer as perguntas certas para si mesmo e comecei a perceber com aquele comentário que sou assim na maioria das vezes com todas as pessoas!

Calma que não sou um robot, rss! Apenas comecei a perceber que realmente as perguntas certas podem nos guiar para as melhores decisões e quando ele, por exemplo, vem me perguntar coisas, sinto que ele quer jogar no meu colo a responsabilidade “do caminho” a ser seguido e isso acontece com a minha equipa, com os meus clientes e nem acredito que fazem isso por mal, mas porque aprenderam assim em algum momento das suas vidas.

Quando aprende a fazer a pergunta limpa (como eu gosto de dizer), sem truques, sem manipulação, nem autossabotagem, conseguimos compreender as possibilidades e claro que algumas perguntas limpas trazem respostas que às vezes não gostamos de ouvir, mas este é um dos pontos mágicos nisso, pois não é para nos enganarmos que queremos nos tornar mais conscientes, compreende isso? É para sairmos do quadro de dúvidas, enganações e autossabotagem.

Sendo um especialista hoje em tratar ansiedade e medos, percebo claramente que a maioria das pessoas que me procura aumenta e muito o seu nível de ansiedade porque não conseguem ter um diálogo interno claro, limpo e com isso entram em um emaranhado de problemas, pensam muitas coisas ao mesmo tempo, gastam uma energia enorme construindo cenas que nunca vão acontecer para às vezes cobrir outras que também não vão acontecer e se perdem dentro das suas mentes aceleradas, cheias de medos e ansiedade.

Quando escolhemos começar a fazer as perguntas certas e a ouvir as respostas precisas, temos a opção de seguir por aquele caminho ou não e que fique muito claro aqui que não se trata apenas de fazer a pergunta certa, ok? Pois precisa ser sincero na resposta e ter coragem de avançar e não dar a volta, se sabotar e fazer tudo ao contrário.

Avalio muito a minha vida (em todos os aspectos) e dentro destas avaliações nem sempre tenho respostas como gostaria e quando isso acontece a próxima pergunta é sempre “o que eu devo fazer para ter o resultado que desejo” e aí normalmente a minha mente sábia atua sem dó nem piedade, respondendo claramente. E eu do lado de cá, tomo uma respiração mais profunda e vou trabalhando da melhor maneira para chegar lá e nos meus ajustes periódicos vou vendo onde evolui e onde travei e já sabe, né? Mais perguntas certas e mais respostas sábias.

Garanto que não é nada difícil (atenção) para as pessoas que querem realmente evoluir, ok? Porque para as pessoas que PRECISAM encontrar caminhos difíceis para justificar a sua luta, o seu cansaço, os seus medos, aí estas perguntam vão é atrapalhar os seus lindos caminhos de treta.

Dia 15/12 (Domingo), vou fazer uma Masterclass gratuita as 21h “ANSIEDADE” onde pretendo falar muito sobre isso e pode se inscrever aqui ô:

 

Share

Comente

comments