Um Elogio pode fazer “a” DIFERENÇA – 233/365

Se me segue sabe que este mês tive um problema sério no meu pulmão direito, passei por duas cirurgias e estive 15 dias internado e tenho ido diariamente ao hospital (Hospital da Luz) aqui em Lisboa.

Não sei o tamanho da sua gratidão para com as pessoas, mas tenho ido diariamente no hospital para fazer fisioterapia e fiz questão de levar meu livro para o meu médico (Drº Fernando Martelo), alguns enfermeiros, para o fisioterapeuta que me acompanhou durante o tempo que não estive internado e a que me acompanha agora na pós, além disso tenho sido muito grato com todos, desde a secretária até à enfermeira que cuidou muito bem dos meus pensos e retirada de pontos.

Curioso que ontem depois que retirei os pontos parei para agradecer-lhes e disse que elas me ajudaram muito e que o médico teve um papel importante, mas elas sempre trocaram os pensos (dia sim, dia não), me deram muita atenção e estava mesmo feliz pela atenção e carinho delas e uma delas sorriu e disse que elogios não são comuns.

Então saí dali e fui no metro pensando…. Um elogio pode mesmo fazer a diferença! Na hora lembrei de quando fazíamos as palestras no Hotel Meliã no Funchal e eu sempre fazia questão de agradecer às meninas da limpeza, pois o sucesso que tínhamos dependia de um todo, de um trabalho muito bem feito e sem elas não teríamos aquilo impecável como sempre estava.

Atenção que não estou dizendo que o meu elogio, o meu agradecimento vai transformar a vida destas pessoas, mas juro que gosto de acreditar que pode fazer alguma diferença, quem sabe se não for apenas o meu agradecimento, então a somatória de todos eles realmente mudaria.

A minha intenção aqui nem é tentar adivinhar o que podemos proporcionar ao “outro” e sim convidá-lo para experimentar o poder de agradecer! Por tudo… A todo o tempo! Olha, eu confesso que me sinto muito, muito bem agradecendo, sendo sincero, me sinto até invadido muitas vezes por uma sensação de “estou elevando a energia” daquela pessoa e isso me faz realmente bem.

Experimente! Já ouvi muitas vezes pessoas dizerem que não agradecem, pois é a obrigação da pessoa, já que estamos pagando! (Rindo alto até 2020). Não vamos por este lado, pois por trás daquele produto ou serviço que você está pagando e lhe está sendo entregue, tem um ser humano, parecido contigo, que tem família, que levanta cedo e dorme tarde, que tem algo muito parecido que todos nós e chamamos de vida e penso (eu) que é o mínimo que podemos fazer.

Como sempre é só uma dica! Agradeço por ler e sou mesmo muito grato se for grato também no seu dia a dia e se for, escreva nos comentário “Eu sou Grato!”

Share

269total visits,3visits today

Comments

comments