terça-feira, março 26, 2019
365 Dicas Terapêuticas

A Felicidade do Vizinho – 42/365

88views

Que raiva!

Fui jogar o lixo ontem à noite e estava o casal perfeito lá na varanda rindo baixo e tomando um vinho! Voltei pra casa pensando, como odeio pessoas falsas que fingem serem felizes! Aff! Eles não podem ser tão felizes assim, têm 3 filhos adolescentes e todos nós sabemos que quem tem filhos assim, não tem paz! É uma fase terrível!

Esta foram as palavras de uma cliente de 52 anos, revoltada com os seus vizinhos e lembro perfeitamente de ouvi-la falar deste casal durante umas três sessões! O foco era sempre como eles “fingem” serem felizes.

Um caso mais recente é uma cliente de coaching que tive em Lisboa, que me chamou a atenção, pois ficava até vermelha de raiva quando falava de uma colega do trabalho que a irritava pois estava sempre rindo, até falava rindo e ela tinha certeza que por baixo de tanta felicidade existia uma mulher amarga, triste e cheia de dúvidas….

Interessante ouvir os meus clientes falarem sobre a felicidade do vizinho! Isso porque parece que algumas pessoas se incomodam com “a” felicidade das outras pessoas “ou” se incomodam por não se sentirem assim, com os olhos brilhando, vivendo a vida e não apenas existindo, né?

Lembro de uma pessoa que sempre me acompanhou em tudo e um dia decidiu agendar uma consulta e fiquei bem feliz! A primeira coisa que ela me perguntou foi:. “Você é mesmo feliz ou é marketing para quem te segue?” Ela não conseguia acreditar que eu estava a maior parte do tempo feliz! Quem me segue sabe que eu (Eric Pereira), não acredito em felicidade absoluta, ok?! Porém acredito em momentos felizes e sou super feliz com isso! Consegue compreender?

Estou aqui em meu escritório (Casa), pleno domingo, escrevendo esta dica, ao meu lado tenho a minha linda filha (Marina) 17 anos, que acabou de me dar um beijinho! Owww…. Tem coisa melhor? Momento mega, ultra feliz! Ponto! Porque vou me preocupar com a segunda-feira agora? Se hoje tudo que quero é terminar a dica, gravar um vídeo e ir para cozinhar fazer um belo strogonoff para ela! Não significa que não penso no amanhã, ok? Significa que o amanha eu já desenhei e bem desenhado! Agora preciso é focar no dia a dia e “isso” faz parte da construção do meu futuro, certo?

Agora, eu seria incapaz de ficar triste com a felicidade do outro! Eu na verdade adoro comemorar tudo! Comemoro cada pequena ou grande vitória que tenho “e” comemoro as das outras pessoas também! Simples assim! Um amigo comprou um carro novo, eu vibro!!! Eu pulo pela alegria dos meus amigos!!! Lembro quando o André Garcia, meu amigo e irmão comprou o seu apartamento, eu vibreiiiii! Mandei até fazer um quadro gigante com a foto dele e da esposa (minha querida) Fátima, para eles colocarem no quarto! Amo eles e o mínimo que posso fazer é amar as suas conquistas!

Eu vivo em um mundo onde agradecer é essencial, onde ser feliz não é uma opção, onde sorrir e manter o coração cheio é trefa diária, onde estar apaixonado é combustível (Por isso vivo apaixonado), onde espalhar energia é tão essencial, quanto receber de volta (efeito boomerang), entende? Neste meu “mundinho” que muitas vezes apenas eu me compreendo, não existe muito espaço para não acreditar na felicidade do vizinho! Não mesmo!

Poucas pessoas me compreendem! Okok! Está tudo certo! Lembro de uma amiga que ficava revoltada, por eu amar até quem me fazia mal! “na época” tinha umas pessoas da hipnose, que insistiam em me atacar por eu cobrar o que cobro e trabalhar da maneira que trabalho, mas mesmo assim eu vivia falando bem deles e juro que sentia paz nisso, sentia mesmo o meu coração tranquilo, pois sabia que eles me tratavam assim porque não se permitiam me conhecer! Se me conhecessem iriam se apaixonar (kkkk), disso não tenho dúvida!

Inveja, tristeza por outras pessoas se sentirem mais felizes? Nãooooooo…. Já tive tudo isso x 2! Aí construi o meu mundo e nele não existe espaço para mais nada que não seja amor! Alguns compreenderam esta frase de maneira mais intensa, outros balançaram com a cabeça e poucos irão rir e sentir o mesmo amor no coração.

Pense um pouco na felicidade das pessoas que conhece e percebe como você se sente! Perceba que pouco importa o que eles fazem para ser mais ou menos felizes e sabe porquê? Porque a sua felicidade é que o interessa! E se está muito preocupado com a do outro, imagino que algo errado está acontecendo, não acha?

Eu hoje me preocupo mais com a minha felicidade e (claro) que às vezes gostaria que a felicidade de outra pessoa viesse de encontro com a minha e se tornasse uma felicidade muito maior! (Sorrindo), porém nem tudo na vida é como desejamos, né? Agora não é por isso que vou permitir que entre no meu mundo alguma coisa que diminua a (minha) sensação de felicidade! Entende? Algumas felicidades esbarram com a minha, outras se chocam e a aquelas que “quase” se juntam e se afastam… E? E nada!!! Continuo sendo feliz aqui e feliz por estas pessoas! Aí está o segredo! Felicidade x Felicidade! Momentos felizes!

Então deixe que todos sejam felizes “e” faça a sua parte para ser também! Simples assim e se achar que não é simples, faça uma reflexão, busque ajuda, pois não viemos pra cá para nos preocuparmos com a felicidade de outras pessoas, né? Estranho tudo isso, não acha? Bora ser feliz então? Quem vem comigo, escreve uma (palavra) que resume a felicidade verdadeira pra você!

Share

Comente

comments