Posts

Ela tinha MEDO de falar em público.

Ela tinha MEDO de falar em público.

Rubia tem 32 anos, advogada e me procurou para tratar seu medo de falar em público, um dos medos mais frequentes do mundo.

Na sessão de avaliação, Rubia tinha dificuldade até de falar sobre o assunto. Era claro seu nervosismo em “tentar” se expressar e contar como se sentiu em suas últimas reuniões.
Com mãos trémulas e frias, sentindo um frio na barriga, ela, todo mês, precisava fazer uma reunião com um cliente e as 14 pessoas sempre presentes na sala a deixavam muito nervosa.

A sessão durou cerca de 1 hora e falámos sobre vários assuntos mas ela não se lembrou de nada que poderia ter despertado este medo que, a cada dia, atrapalha mais seu trabalho. No entanto esta avaliação foi muito importante, pois tomei nota de pequenas reações e fatos que, com certeza, me ajudariam durante o processo.

Logo na primeira sessão, utilizei uma técnica de relaxamento progressivo, levando a mente inconsciente a fazer uma minuciosa varredura de fatos que poderiam estar ligados ao medo de falar em público e logo nos deparámos com uma forte cena onde os pais discutiam alto na cozinha e ela observava, muda, na porta e, quando seu pai percebeu sua presença, não pensou duas vezes em reprimi-la.

Neste momento, Rubia travou na cadeira e tivemos alguns minutos de silêncio e algumas lágrimas. Depois me relatou como seu pai segurou em seus braços olhando firme seus olhos enquanto gritava que ela não deveria abrir a boca quando adultos estivessem falando…. Não deveria mesmo estar ali e mandou ela para o quarto.

Ela, chorando, dizia: “mas eu não disse nada… estava caladinha, apenas ouvindo meus pais…”

Tivemos mais 5 sessões e em todas nós fomos a momentos significativos, alguns onde o pai a tratava muito mal na frente de amigos e normalmente todos bebendo na sala da casa.

Consegui compreender que seu medo, ou a maior parte dele, estava ligado ao forte comando de seu pai que insistia em afastá-la das pessoas e, quando falava algo, era reprimida.

Interessante é que, na quinta sessão, ela se recordou de ter que apresentar um trabalho na escola e seus amigos começaram a ri de seu nervosismo. Então ela largou tudo e saiu correndo e ainda tropeçou e deu um tombo na sala.

Entrámos e saímos de todas estas cenas e depois fomos trabalhando cada uma com técnicas de PNL – Programação Neurolinguística. Deixámos as cenas preto e branco, distorcemos um pouco a imagem, a lembrança, ela voltou na terceira pessoa se vendo e tivemos até uma sessão onde ela, adulta, hoje com 32 anos, foi falar com ela pequena com 4 anos, 6 anos e 9 anos.

Garanto que foi emocionante! A sessão onde ela se encontrou com sua criança, durou quase duas horas e teve momentos emocionantes e importantes para ela eliminar seu medo de falar em público.

Escrevi este artigo apenas agora pois, depois de quase 5 meses após o termino do tratamento, é que estive novamente com a cliente que veio a uma palestra minha. Contou que sua vida teve uma super transformação, faz suas reuniões com tranquilidade e percebeu que sua comunicação melhorou muito.

Mais um tratamento realizado na Terapias.Clinic®.

A sensação é de missão cumprida, mas com certeza o resultado positivo tem muito da entrega da cliente que mergulhou no processo terapêutico.

Share