Saúde física e mental – 221/365

Hoje após a minha caminhada, deitei no tapete da minha sala e iniciei o meu exercício de respiração (recomendação médica), para fortalecer meus pulmões após o que aconteceu! Claro que no hospital eu tinha a ajuda de uma fisioterapeuta e aqui em casa os mantras foram meus companheiros. Enquanto respirava lentamente, o meu pensamento se concentrava apenas em uma coisa: “Preciso cuidar da minha saúde física e mental” e uma pergunta que ecoava dentro de mim era: “Porque nunca cuidei?”

Interessante é que ao longo do dia pensei sobre isso e a conclusão que eu cheguei é que eu (achava) que cuidava. Eu falo tanto em entrar no automático da vida que neste setor entrei e nem percebi! Não me dei conta que acreditava que estava cuidando da minha saúde, mas na verdade o que eu fazia era alguma coisinha aqui ou ali para justificar que estava cuidando e nesta dica vou explorar estes meus pontos fracos para juntos refletirmos.

Às vezes comia de forma saudável, às vezes não e na minha opinião isso é como tomar o antídoto 2 vezes e tomar o veneno 8 e sem perceber acreditava que a minha vida estava mesmo equilibrada, enquanto isso aumentei alguns kilos e fui deixando passar sem mesmo tomar consciência que eu estava abandonando algumas coisas em minha vida. Ok, quando falamos assim parece simples e basta corrigir o percurso, mas às vezes é um pouco mais complexo que isso, pois esta “rotina” já tinha virado hábito na minha vida, então decidi no dia em que deixei o hospital transformar verdadeiramente a minha vida.

Por ser Hipnoterapeuta e Coach e diariamente falar em soluções e ajudar pessoas, acredito que uma parte minha acreditava que eu vivia esta (realidade) na minha vida e muitas vezes fui “enganado” pela mente acreditando que tinha esta mesma qualidade que eu vendo para as pessoas e quando cito “enganado pela mente”, não estou querendo ser vítima de nenhum processo, ok? Estou apenas dizendo que me deixei levar pelo que faço e não percebi que meus olhos estavam tão direcionados para o (outro) mais do que pra mim.
Eu acreditava que estava cuidando da minha saúde física e mental, mas estava cuidando dia sim e outros 8 não e depois 3 dias sim e outros 12 não, compreende? E esta reflexão hoje abriu mais ainda os meus olhos no que diz respeito a cuidar de mim e espero que o ajude a pensar se está realmente cuidando de si ou apenas dias sim e outros tantos não, pois às vezes achamos justificativas por muitas coisas que acontecem no dia a dia e adiamos o que deveria ser sempre prioridade.

Pense em sua vida como um carro! Sabemos que quando temos um e cuidamos como deve ser, colocamos o melhor combustível, fazemos revisão e nos preocupamos com a manutenção a chance de durar por anos é maior do que se não cuidarmos e deixarmos ele por conta da vida, né?

Neste momento me encontro no centro da minha vida! Sinto que estou no meu melhor momento e sem nenhuma dúvida sinto que com 41 anos estou no auge do meu amadurecimento. Sei que alguns passam uma vida sem sentirem isso e outros sentem com metade da minha idade e não sei qual a sua idade, mas o facto é que se está despertando para este processo neste segundo é porque é a hora certa e está tudo certo (desde) que não apenas pense, mas realmente mergulhe nele.

Estou conscientemente criando novos hábitos e de hoje em diante quero que eles sejam a minha vida, que eles sejam o meu dia a dia, que sejam mesmo o meu melhor! Sem nenhuma dúvida ainda estou me recuperando e não posso fazer grandes coisas, mas posso continuar fazendo e aos poucos vou trazer para o meu dia a dia o que existe melhor em qualidade de vida. Eu iniciei pela alimentação, pelos exercícios mais constantes de respiração e por voltar a fazer meditação diariamente, logo expandirei para as caminhadas mais longas e até pretendo voltar para o ginásio.

Ontem finalizei um livro, hoje iniciarei outro e assim vou acrescentar saúde à minha vida e não sei o que pode contribuir para a sua vida, mas sugiro que pense com muito carinho em como pode alimentar a sua máquina! Em como pode fazer acontecer a sua vida, em como pode alimentar o seu corpo e a sua mente e acredite que vale a pena cada segundo desta mudança de hábitos.

Eu inicie pela dor, por ter sido internado e ter passado por uma situação tão ruim, mas acredito que você pode fazer por amor, pode tomar consciência agora, sem ter que sentir na pele nenhuma dor.

Afinal a vida é feita de escolhas, né? O tempo todo escolhas!
Pense bem, com calma e faça as suas!

Share

113total visits,2visits today

Comments

comments