Celebridades buscam perder peso com a ajuda da Hipnose

O psicanalista e hipnoterapeuta Waldiney Soares também usa estas técnicas no seu consultório, no Rio de Janeiro. Ele garante que a hipnose pode ser uma aliada muito poderosa para ajudar as pessoas a emagrecer, e celebridades como Britney Spears, Daryl Hannah e Courtney Love estão aderindo ao método.

A cantora inglesa Adele surpreendeu o mundo quando apareceu 30 quilos mais magra. Na época, ela declarou que fez uma dieta restritiva, mas que não foi só isso. Havia se submetido a sessões de hipnose clínica, para entender melhor a sua relação com a comida e reprogramar a sua mente, afastando assim esta dependência, que sempre colocava em risco qualquer dieta que ela iniciava. O resultado foi surpreendente, e todo mundo viu. No caso de Adele, as válvulas de escape emocional eram a comida e o cigarro, o que a afastou dos palcos por ter sua voz comprometida.

– Com a hipnose, o emagrecimento é mais fácil e definitivo, já que sua mente não está jogando contra – garante Soares.

Durante o tratamento para emagrecer, o hipnoterapeuta investiga os motivos (mentais e inconscientes) que levaram o paciente a engordar. Ele consegue eliminar os problemas ligados à ansiedade e à autoestima, além de aumentar a motivação para que a pessoa tenha uma vida mais saudável.

Se houver necessidade, o especialista pode inclusive introduzir um balão intragástrico hipnótico no paciente, que funciona como o real, só que ele é apenas imaginado, e, por isso, natural, sem nenhuma intervenção cirúrgica.

A pessoa com esse balão imaginário começa a comer uma quantidade muito menor de alimentos, de acordo com a necessidade dela, porque recebeu esta sugestão mental, garante o hipnoterapeuta. Faz parte do tratamento hipnótico, por exemplo, que o paciente se imagine comendo frutas e legumes e associe uma sensação de prazer àqueles alimentos.

O contrário é feito em relação a alimentos não tão saudáveis, como gorduras e doces, que são associados a sensações desagradáveis. Cada paciente tem uma resposta diferente à terapia, e é preciso que ele participe ativamente do tratamento, focando seus esforços para mudar sua relação com a comida e ficar motivado a praticar atividade física.

Share

213total visits,2visits today

Comments

comments