Aprendi durante as minhas FÉRIAS – 208/365

No início de Outubro sai de férias com a minha esposa (Paula Briani) e fomos passar 12 dias em Palma de Maiorca na Espanha. Confesso que foram merecidas férias, pois estava mesmo precisando descansar e recarregar as baterias e assim o fiz e voltei 100% em todos os aspectos.

Eu tenho na minha cabeça que todos os dias aprendo algo e procuro antes de dormir puxar MESMO pela memória e lembrar qual foi o aprendizado daquele dia. Durante as férias como tenho menos atividades, acaba que fico mais atencioso e isso me ajuda a perceber com mais clareza os meus aprendizados e como as ideias que surgem sempre anoto no bloco de notas do meu telefone para me lembrar. Enumerei 4 delas aqui para você e espero que possa ajudá-lo a perceber como são importantes:

DESCANSAR

Fazia tempo que eu não tinha tantos dias onde podia não fazer nada. Acordar sem hora para sair ou ter que seguir uma rotina fixa e puxada e estes dias de férias me fizeram tão bem, principalmente por que nem computador levei, mal usei o celular, WhatsApp ou redes sociais e consegui descansar imenso.

Lembro de alguns dias que deitei na beira da praia e me senti incomodado por não ter nada para fazer e (ali) naquele segundo que estava consciente me sentindo incomodado, comecei a observar mais atentamente os meus pensamentos que diziam: Devia ter trazido o Notebook, poderia agora estar trabalhando no 4º livro… e no meio destes pensamentos (com certeza) acelerados, comecei a deixa-los ir e a inspirar e expirar e até a rir por aquilo estar (tentando) me consumir. Aos poucos vi que não precisava deles e que podia simplesmente relaxar e aproveitar…

Aos poucos fui deixando ir e comecei a apreciar o mar, o sol, a mulher fantástica que estava ao meu lado e quando me dei conta, tudo o que eu pensava era naquele momento, conscientemente naquele momento e ficou muito claro pra mim que eu precisava mesmo daquele momento de descanso, pois vinha de meses fortes com muitos atendimentos, cursos, lives e precisava simplesmente descansar.

TENISTA PEGANDO AS BOLINHAS

Da varando do meu apartamento eu via a quadra de ténis do hotel e todos os dias um jovem de uns 18 anos treinava lá. Eu ficava curioso observando aquele jovem a treinar e treinar. O seu treinador jogava pra ele dezenas de bolinhas e no final ele as recolhia e tudo começava de novo, dia a pós dia. Isso me trouxe lembranças da época em que eu fazia Coaching para jovens tenistas em Miami e eles têm mesmo como base a disciplina, a constância, a persistência e às vezes repetem as mesmas coisas todos os dias até se tornar um hábito.

Eu me perguntei naqueles dias o que eu fiz inúmeras vezes até se tornar um hábito e o que eu estava fazendo. Vieram centenas de coisas na minha mente, como fazer hipnoterapia, fazer Coaching, desenhar estratégias para os meus clientes e a escrita que comecei pra valer há dois anos. Tenho feito isso diariamente, escrevendo aqui, também no meu blog, para algumas revistas e atualmente venho trabalhando em outras coisas que estão a virar hábito, como os vídeos e as lives nas redes sociais.

E você o que estava fazendo (de positivo) para construir a excelência em sua vida? Sabe me dizer?

NAMORAR

A Paula estava no Brasil e eu aqui em Portugal e já não lembrava mais o que era estar com a pessoa amada, “o namorar” e nestes dias de férias ficou muito claro como é bom estarmos com a pessoa que realmente amamos, né? O cheiro da pele, ouvir as risadas, provocar as gargalhadas, os beijos na boca, os braços carinhosos e o dormir agarradinho! Realmente foram dias tão mágicos que no dia em que voltamos ainda no avião de mãozinhas dadas, pensei em quantos casais esquecem que o amor é para viver apenas a dois.

Passam dias dividindo a mesma cama, compartilhando o mesmo chuveiro e às vezes sentam na mesma mesa para uma refeição acompanhada de seus sofisticados telemóveis e depois dizem que não sabem como se perderam durante aquela relação.

Namorar a minha esposa foi realmente o melhor que aconteceu nestas férias.

Que preciso de FÉRIAS

Aprendi nestas férias que realmente preciso fazer isso com mais frequência. Houve uma época em que fazia isso a cada 90 dias. Tirava apenas 5 dias para fazer uma viagem ou ficar em casa de pernas para o ar, porém sempre trabalhava nestes dias, um artigo aqui, respondia 20 emails ali e hoje está muito claro pra mim que férias são mesmo para descansar em tempo integral, é relaxar, deixar os pensamentos desaparecerem… É namorar, beijar na boca, andar de mãos dadas e fazer tudo para sentir-se bem e feliz.

Está aí o que aprendi com as minhas férias! E você tira férias com frequência? Quer compartilhar comigo qual foi a última vez (ano) e o que aprendeu nela? Escreva nos comentários!

Grato por estar aqui comigo e até amanhã.

Share

59total visits,2visits today

Comments

comments